O glúten é um vilão?

Há alguns anos o glúten tem sido tratado como um dos vilões da alimentação saudável e da dieta. Por outro lado, estudos indicam que cortar essa proteína do cardápio não é recomendado (exceto para os intolerantes, é claro).



Entenda um pouco mais sobre este tema:

O que é glúten?

É uma proteína presente naturalmente em muitos cereais, como o trigo, o centeio e a cevada.


O glúten faz mal?

Apenas para cerca de 1% da população mundial que possui a doença celíaca (quando o glúten não é bem aceito pelo intestino) e para quem tem um diagnóstico de sensibilidade não celíaca ao glúten (em torno de 5% das pessoas).


Todos devem cortar o glúten do cardápio?

Não! Alimentos ricos em glúten, dentro de uma dieta equilibrada, trazem benefícios para a saúde. Eles ajudam a controlar a glicemia e os triglicérides, aumentam a absorção de vitaminas e minerais, melhoram a flora intestinal e deixam o sistema imunológico mais forte.

(Fonte: Marcello Bronstein, professor de endocrinologia e metabologia da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo)


O glúten engorda?

Esse é mais um mito. O fato de um alimento ser livre de glúten não significa que ele seja menos calórico ou que engorde menos.

O segredo está no equilíbrio das porções e na qualidade dos alimentos consumidos.


Os benefícios da fermentação natural e lenta:

Para quem não é alérgico ou intolerante ao glúten, mas sente inchaço e mal estar quando come pão, os pães de fermentação lenta e natural são uma boa alternativa.

Isso em função da pré-digestão que é feita pelos fermentos lácticos e probióticos na fermentação lenta, e da presença de uma variedade de micro-organismos benéficos para a flora intestinal.





14 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo